Páginas

quarta-feira, 7 de março de 2012

É ter na mente

Podem falar o quanto for, mas não existe coisa mais intensa do que o casamento. E nesse ultimo sábado,eu pude ver o quão verdadeiro isso pode ser.
Ao som da clássica Marcha Nupcial, as cortinas caíram e o flashes tomaram conta do salão arrepiando cada fio de cabelo meu. Tão linda e majestosa, aquela menina, agora tão mulher, surgiu encantando e iluminando o olhar apreensivo daquele que a partir daquela noite, dividiria sua vida com ela.
E ao vê-la tão feliz, eu só conseguia ficar feliz também. Afinal, foram tantas coisas vividas juntas, que não é fácil conter a emoção em momentos como aquele. Presenciei os momentos cruciais desse relacionamento e vi o tanto que ambos sofreram quando terminaram, mas também vi a imensidão da felicidade que foi a reconciliação. A cerimônia, como o esperado, foi linda demais e carregada de emoções. Tanto dos noivos, como dos pais e convidados.
Tenho a certeza de que hoje, a minha menina está em boas mãos e sei da alegria e do amor que sempre se fará presente nessa relação tão abençoada, que enfrentou e passou por cima de todos os preconceitos entregando tudo nas mãos de Deus. E agora, nada mais importa, pois tudo o que um passar, o outro também passará. Os dois se tornaram uma só carne e um só espírito.


“Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á sua mulher, e serão os dois uma só carne”. (Gênesis 2:24)